Flávia Campos
Carioca, formada em Ciências Biológicas, Flávia começou a praticar Yoga em 2012, Formada em Hatha e Vinyasa Yoga pelo curso Svadhyaya, em 2017. Flávia fez do Yoga seu estilo de vida. Acredita que através do estilo de vida do Yoga o indivíduo é capaz de se conhecer, se compreender e assim, conviver em maior harmonia com tudo que o cerca.

@flaviacampos.yoga
21 98167-1391

Mas afinal, o que é o yoga?
Nos últimos anos, muito vem se falando do yoga, existem diversas definições, mas a verdade é que yoga é muito mais do que as palavras podem expressar. A palavra YOGA é derivada da palavra em sânscrito “yuj” que significa “unir ou integrar”. Mas unir o que? O corpo, a mente e a alma com o EU divino, com o TODO, visando encontrar a verdadeira felicidade – a paz duradoura -.. Busca nos reconectar com a luz que habita nosso interior, nos mostrar nossa verdadeira natureza luminosa e completa. É um caminho para o autoconhecimento.
Yoga é uma filosofia de vida, que se aprende através de um conjunto de práticas regulares como os ásanas (posturas), pranayamas (respiração), meditação, entre outras técnicas, onde o praticante fortalece seu corpo, tranquiliza sua mente e equilibra seu espírito. Favorecendo o autoconhecimento, permitindo a união, a reconexão com nossa verdadeira natureza. .
O praticante regular perceberá muitos benefícios, como: redução do estresse, aumento da concentração, elevação do nível de autoestima e auto aceitação,, auxílio ao emagrecimento, combate da depressão e síndrome do pânico, aumento da qualidade do sono, fortalecimento da musculatura e aumento da flexibilidade, enfim uma melhora significativa da qualidade de vida.
No entanto, só a prática física não é o bastante. Não adianta ter um corpo flexível e uma mente rígida, pensamentos pesados e emoções nocivas. É necessária a auto-observação, para identificar essa rigidez mental e desconstruí-la. Vale lembrar que o Yoga é uma prática que vai além do tapetinho.
Aqui no Ocidente, o Yoga é mais conhecido, pelas posturas corporais (asanas) e depois pelos exercícios respiratórios (pranayamas). Mas vale lembrar que o Yoga tem oito preceitos básicos.

Patanjali, o grande sábio Yogi que descreveu os Yoga Sutras, foi quem definiu os 8 preceitos básicos para se chegar ao Samadhi ou Iluminação:

Os 8 passos do Yoga segundo Patañjali
1. Yamas: aquilo que devemos evitar para avançar nesse caminho
Os yamas começam pela não-violência e incluem não mentir, não roubar, não dissipar a energia e não se apegar à objetos, pessoas e situações como se fossem a base da felicidade. São valores éticos atrelados à conquista de uma mente meditativa cujo entendimento merece estudo e reflexão profundas.
2. Niyamas: aquilo que devemos cultivar para prosseguir
Os niyamas apresentados nesse tratado são a purificação interna e externa, o contentamento, despertar a força de vontade, o auto-estudo e a devoção em sua essência. Basicamente, são atitudes e ações que criam espaço para o autoconhecimento.
3. Asana: assentar-se em posturas buscando firmeza e conforto
Patañjali destaca sobretudo as posturas meditativas tendo em vista ter como foco o desenvolvimento na meditação. Também incluímos nesse quesito as posturas que preparam o corpo e a mente para o momento meditativo.
4. Pranayama: propagar e equilibrar a energia vital por meio do domínio da respiração
Esse estágio é de interface entre os planos físico e sutil. Mais que uma prática mecânica, os respiratórios do yoga envolvem toda uma compreensão da relação entre esse aspecto fisiológico e a mente.
5. Pratyahara: isolar-se dos estímulos externos
O quinto passo diz respeito a introspecção ou a capacidade que temos de desligar momentaneamente o que é captado pelos sentidos como, por exemplo, quando não ouvimos alguém chamar ao estarmos imersos numa leitura.
6. Dharana: o direcionamento da atenção
Atrair e manter a atenção direcionada a um único ponto é dharana. Essa habilidade é auxiliada e desenvolvida por todos os passos anteriores, a começar pelos valores éticos sem os quais desenvolver uma mente meditativa é praticamente impossível. Existem diversas técnicas meditativas tendo em vista dharana.
7. Dhyana: manutenção da atenção no objeto da meditação
Esse estágio da meditação exposta por Patañjali indica que a mente se estabeleceu por algum tempo no objeto da meditação que pode ser a própria respiração, um mantra ou uma imagem mental. É quando não há esforço para exercer esse foco, em outras palavras quando se chega a um estado contemplativo.
8. Samadhi: mergulho na base do Eu

O resultado de dharana e dhyana culmina no samadhi, que de forma resumida, é quando experienciamos a base do Ser, ou seja, nossa identidade além dos vrtis, fluxo de pensamentos, memórias, medos e desejos com os quais nos identificamos. O pensamento que compõe o eu se dissolve momentaneamente e se experimenta um estado pleno de presença.
É importante ressaltar que todos são bem-vindos. Não há limite nem perfil para a prática do yoga, apenas paciência e disciplina, o caminho do Yoga é acessível a todos e nos leva a percepção que já somos a felicidade que tanto buscamos. Yoga é para ser vivido, é estar atento e consciente. Vamos praticar!
Namastê.

Conheça outros parceiros do Clube:

CONECTANDO PESSOAS E IDEIAS PELA ENERGIA DO ESPORTE

© 2022 Movimento Esporte Conecta - Todos os Direitos Reservados

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.